1988

Oi, gente!

Pois é, mais um 23 de outubro chegou! Mais cabelos brancos, mais rugas, mais saudades! E, felizmente, graças à Michele, mais alegria, também!

Mas, agora, eu queria voltar 30 anos.

Em 1988, eu estava na 7a série, morando e estudando em São Bernardo do Campo (SP). Eu estava com 13 anos, para fazer 14, e muita coisa estava acontecendo. Minha rádio de cabeceira era a Joven Pan 2 (100,9 FM). Foi um dos meus melhores anos.

Tanto foi, que eu sugeri ao Shi, do podcast 80 watts, que fizesse um especial sobre esse ano! E ele me convidou para mandar um áudio falando do por que eu gostava tanto de 1988!

O texto que eu mandei foi este aqui:

*****

Oi, gente! Meu nome é Fabiano, e estou aqui a convite do Shi, para falar um pouco de 1988.

Então, eu sou suspeito para falar de 88, porque foi um dos melhores da minha vida – aliás, o triênio 87-89 foi um dos melhores períodos da minha vida. Para fazer a transição para a música: foi nesse ano que eu ganhei meu primeiro gravador, uma penca de fitas K7, e comecei a fazer gravações de rádio FM, gravar as músicas da rádio! Eu ainda tenho essas fitas, aliás (estou digitalizando-as, ao ritmo de uma a cada 5 anos, mais ou menos).

Mas, enfim, falando do que realmente importa, que é a música, que ano foi 88, hein? Que ano! Tivemos o primeiro (para nós) disco do Information Society, tivemos o “Introspective”, do Pet Shop Boys, tivemos, nossa, tivemos o “Stay on These Roads”, do a-ha – o que iniciou o hype da vinda deles ao Brasil no ano seguinte, em março – , tivemos o “Viva Hate”, do Morrissey, o “Rattle and Hum”, do U2, teve The Church, teve Tracy Chapman, teve o “Bora-Bora”, dos Paralamas, o “Psicoacústica”, do Ira! (que eu só fui conhecer depois), O “Ouça o que eu digo, não ouça ninguém”, dos Engenheiros do Hawaii…

Olha, musicalmente falando, foi realmente incrível! Com certeza, a lista que eu passei aqui está prá lá de incompleta, mas vocês podem comentar aqui, no post do programa, falando de outros que eu não lembrei! E, agora, fiquem com o Shi, que vai se encarregar de levar a gente de volta para 30 anos atrás, em 1988!
Som na caixa, cara!

*****

Uma música que eu esqueci de citar foi “Groovy Kind of Love”, do Phil Collins, que eu ouvia direto! Assim como “I Should Be So Lucky”, da Kylie Minogue. E, putz, também esqueci de falar da revista Bizz Letras Traduzidas, que eu devorava!

Enfim, fora da música, teve coisas boas, também, mas o que eu queria mesmo trazer era isso.

Ah, para ouvir o podcast, clique aqui – ou já mande para o seu agregador de podcasts favorito aqui!

Anúncios

Momento fotolog duplo

Passado

2008_07_27_São Bernardo do Campo_Shopping Metrópole

Essa é uma das paredes do Shopping Metrópole, aqui em São Bernardo. Está assim desde a época em que era Center Shop. Há mais de 25 anos! Não é exagero dizer que eu cresci olhando pra essa parede! E, muitas vezes, com o sol de domingo de tarde incidindo sobre ela…

Presente

IMAG0405

A Tequinha, de novo! Só que, desta vez, sentadinha! Muito fofa! E uma das poucas vezes que a vi sem que ela estivesse no colo de alguém!

FUI!

Depois da hora 2

Oi, gente!

Desconstruindo

Esta, eu esqueci de dizer, ontem: estive no Shopping Metrópole, lugar que venho freqüentando desde sua abertura (o que foi há cerca de 25, 26 anos, acho, com o nome de "Center Shop") e, ao passar no jornaleiro, tudo o que vi foi um espaço vazio.

Detalhe: essa banca estava lá desde o início do shopping! O que eu comprei de gibi, lá!… Transformers e Comandos em Ação são os melhores exemplos!

E, pra variar, como eu já disse, tudo o que sobrou foi um espaço vazio. Como sempre!

Vou sentir saudades…

Memória filha-da…

Eu tinha uma coisa pra escrever, aqui, mas esqueci totalmente! 😦

FUI!

Pane no sistema

Oi, gente.

Reset

De novo, eu fui passear no Rudge Ramos, em Sao Bernardo. Onde eu estudei um terço da minha vida. Eu não tenho mais nada de meu, lá, que não sejam lembranças
Entretanto, quando eu sinto que eu preciso me redefinir, recomeçar, é pra lá que eu vou.
É, eu sei: não encontro mais nada de meu, lá. Nem eu mesmo.
….
Mas, não, eu não consigo passar ileso pelo Rudge! E, felizmente, acabei saindo de lá me sentindo melhor!

Caçadores do Sorvete Perdido

Quem lê meu blog há dois anos, pelo menos, sabe que uma das coisas que eu mais curti em Olímpia (SP) foi tomar de novo, após vinte anos, sorvete de nata, que eu não encontrava aqui em Bernô City!
Mas eis que eu abro o cardápio da minha sorveteria favorita (algo que eu nunca havia feito) e o que eu encontro? É, pois é!
Eu tenho certeza de que eles ficaram anos sem ter!…

Enquanto isso, no departamento de T.I.,…

Campus Party, Mobile World Congress, Microsoft querendo comprar Yahoo!…
Ou seja: muitos celulares de babar (já viram o Xperia, da Sony?), preocupações quanto ao futuro do Yahoo!, e…
Sabem o que mais me assusta? Depois que anunciaram o possível negócio entre MS e Y!, meu Firefox começou a ter problemas pra abrir o Yahoo! Mail!…
@_@

FUI!